Inovação e Processos

Mais de 90% dos líderes de segurança alegam que proteger seus ativos de TI contra ameaças é um desafio

Pesquisa com mais de 400 profissionais de segurança de várias empresas no mundo mostra que consolidação reduz complexidade e fortalece a proteção de dados e redes.
Por: Check Point e Market21 Comunicação        18/06/2020

A Check Point Software Technologies, fornecedora global líder em soluções de cibersegurança, divulga novas descobertas de uma pesquisa realizada pela Dimensional Research, examinando as atitudes dos líderes globais de segurança em relação à consolidação do ambiente corporativo. Essas descobertas confirmam que soluções pontuais não integradas tornam a segurança da empresa mais desafiadora.

À medida que o cenário de ameaças evolui e os ciberataques se tornam cada vez mais sofisticados, 99% das empresas que usam soluções de vários fornecedores mencionaram que isso trouxe grandes desafios à sua organização. A maioria dos entrevistados citou como seus maiores desafios: a equipe de treinamento (66%), a definição e o gerenciamento de políticas (53%), as implementações complexas (53%) e o trabalho manual necessário para integrações inadequadas entre soluções (51%).

As principais conclusões da pesquisa conduzida pela Dimensional Research com 411 profissionais de TI e segurança em todo o mundo confirmaram o seguinte:

Com mais ativos a serem protegidos, a confiança na segurança diminui - 92% dos entrevistados disseram que proteger seus ativos de TI contra ameaças é um desafio. Apenas 34% e 38% dos líderes de segurança acreditam que seus dispositivos móveis e os de IoT estão protegidos adequadamente, revelando uma brecha considerável na postura de segurança das organizações.


Continua depois da publicidade


Quase metade das organizações implementa de seis a 40 soluções de segurança, aumentando a complexidade - praticamente todas as organizações participantes dessa pesquisa adotaram soluções de vários fornecedores; 49% de todas elas usam entre sete e 40 produtos de segurança e 27% das grandes organizações possuem entre 11 e 40 produtos de diferentes fornecedores.

Vários consoles de gerenciamento ocultam a visibilidade - 98% das organizações gerenciam seus produtos de segurança com vários consoles, criando silos de visibilidade. A incapacidade de obter uma visão holística da postura de ameaça de uma organização cria desafios de visibilidade, o que dificulta a resposta a incidentes.

Trabalhar com vários fornecedores de segurança gera desafios às organizações - 79% dos profissionais de segurança dizem que trabalhar com vários fornecedores apresenta desafios significativos. Manutenção, atualizações de versão, renovações de contratos e outras atividades relacionadas a sustentação de uma solução de segurança requerem tempo e recursos valiosos.

“Algumas organizações operam sob a falsa suposição de que mais produtos se traduzem em mais segurança. No entanto, nessa situação, os líderes de segurança devem adotar menos soluções e mais inteligência”, diz Fernando de Falchi, gerente de Engenharia de Segurança da Check Point Brasil. “A inserção de vários produtos de diferentes fornecedores simplesmente adiciona mais complexidade e pode potencialmente prejudicar a segurança da organização. As empresas precisam de uma solução consolidada de cibersegurança que fortaleça suas defesas e melhore sua agilidade contra todas as formas de ataque.”

A pandemia da Covid-19 criou um fenômeno em toda a nossa cultura de trabalho. As mudanças foram globais, rápidas e generalizadas. Alterações dramáticas na infraestruturas das empresas apresentam uma oportunidade única para avaliar seus investimentos em segurança. Nessa pesquisa, 69% dos entrevistados concordam que priorizar a consolidação do fornecedor levaria a uma melhor segurança. O nível mais alto de visibilidade, alcançado por meio da consolidação, garantirá a eficácia da segurança necessária para evitar ciberataques sofisticados. Gerenciamento unificado e visibilidade de risco complementam sua arquitetura de segurança.

A redução do número de fornecedores permite um nível mais alto de segurança por meio de integração superior e menos brechas funcionais entre as proteções que cada produto oferece. Também reduz significativamente o tempo, o custo e os recursos dos processos de correção de incidentes. A Check Point Infinity é a primeira arquitetura de segurança consolidada em redes, nuvem, dispositivos móveis e IoT, por meio da qual se obtém o mais alto nível de prevenção de ameaças conhecidas e desconhecidas. O gerenciamento centralizado e único da arquitetura Infinity correlaciona uma ampla gama de eventos em todos os ambientes de rede, serviços em nuvem e dispositivos móveis, enquanto a tecnologia preventiva de ameaças da Check Point bloqueia os ataques mais sofisticados antes que eles possam causar danos.

 

 


Comentários

 


Notícias Relacionados

Curiosidades

Check Point faz parceria global com a Coursera para cursos on-line gratuitos de cibersegurança

Série de aprendizado on-line sobre cibersegurança, orquestração e gerenciamento de segurança de rede corporativa para aprimorar habilidades dos profissionais na área.

Novidades do DraftSight

O DraftSight®, software para desenho 2D e projeto 3D, trouxe novos recursos e melhorias!