Artigos

Internet das Coisas na indústria: estudo dos resultados obtidos e dificuldades enfrentadas pelas empresas na adoção desta tecnologia

23/10/2019

Resumo: 

A tecnologia da internet das coisas é um pilar importante da quarta revolução industrial, pois ela é responsável por assegurar a conectividade entre as demais tecnologias que compõem o mundo 4.0. Por se tratar do ponto de partida para o mundo 4.0, e pelo enorme potencial de negócios que tal tecnologia pode proporcionar à indústria, é apresentado um estudo sobre como as empresas estão se comportando no que diz respeito à adoção (ou não) desta tecnologia. O estudo, além de apresentar uma revisão conceitual dos tópicos abordados, apresenta os resultados de uma pesquisa aplicada às empresas pelo Brasil, através de um questionário com 18 perguntas, cujas respostas têm por objetivo esclarecer pontos chaves na decisão da adoção desta tecnologia, como por exemplo, dificuldades encontradas, mudanças organizacionais, resultados obtidos, e o mais importante, o que as empresas observaram de retorno ao utilizar tal tecnologia.

 

Introdução

Desde a década de 1970 com a miniaturização dos componentes eletrônicos, máquinas, equipamentos e produtos têm se tornado cada vez mais compactos, e consequentemente mais baratos. Estes acontecimentos, associados à constante evolução dos componentes, e ao acesso à um grande volume de informações (advento da internet), guiaram a indústria como um todo à um período de consideráveis mudanças em seus produtos e processos, dando origem à quarta revolução industrial.


Continua depois da publicidade


Essa revolução industrial, caracterizada pela fusão dos mundos físico e virtual, deve provocar mudanças significativas nos processos de fabricação, nas tomadas de decisões, modelos de negócio e até mesmo, afetar a forma como trabalhamos, independente do porte da empresa.

A quarta revolução industrial, também conhecida por mundo 4.0 ou Indústria 4.0, é composta pela junção de várias tecnologias, que conectadas entre si criam um único ecossistema. 

Uma das tecnologias mais importantes neste ecossistema é a Internet das Coisas (IoT – do inglês, Internet of Things), que aplicada à indústria é conhecida como Internet Industrial das Coisas (IIoT – do inglês, Industrial Internet of Things). Essa tecnologia assegura a conectividade e a troca de informações entre as demais tecnologias do ecossistema, e geralmente é a primeira tecnologia a ser empregada em uma empresa em transformação. 

Com base nestas informações, o presente trabalho propõe-se a responder: 

Qual é o estágio atual da adoção da IIoT na indústria brasileira?

Logo, o objetivo geral da pesquisa é identificar se o uso dessa tecnologia tem sido empregado na indústria e também qual é seu estágio atual de implementação.

A partir dos dados obtidos será possível explorar também os fatores que foram determinantes para que as empresas não adotassem o uso da IIoT nos seus produtos e/ou serviços, bem como identificar eventuais mudanças organizacionais ocorridas nas empresas que adotaram a tecnologia. 

Ainda observando as empresas que seguiram com a implementação da tecnologia, pretende-se observar os resultados obtidos com o emprego da IIoT, e para aquelas empresas cujos projetos já passaram da fase piloto pretende-se comparar as expectativas iniciais, anteriores ao projeto, versus a avaliação do resultado do processo de implementação. 

Por fim, a pesquisa busca responder qual é o perfil de empresa que está investindo neste tipo de tecnologia. Com base nesta análise será possível identificar em quais mercados as empresas estão atuando, bem como a região e o porte das empresas. Estes três fatores poderão apontar as tendências do uso da tecnologia. 

De posse dessas análises, será possível identificar como a tecnologia da IIoT tem sido usada em favor das empresas, e como a adoção da tecnologia nas empresas tende a afetar a sociedade. 

Portanto, a pesquisa é de fundamental importância pois colabora com empresas e entidades governamentais a fim de fornecer subsídios à ventuais investimentos nos setores além de dar parâmetros para promover a profissionalização de mão-de-obra para a indústria.

 

ACESSE O ARTIGO COMPLETO CLICANDO AQUI

 

Produzido por:

Associação Brasileira de Internet Industrial

A Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), fundada em agosto de 2016, atua com o objetivo de promover o crescimento acelerado e o fortalecimento da internet industrial no Brasil. Fomenta o debate entre setores privado, público e acadêmico, a colaboração e o intercâmbio tecnológico e de negócios com associações, empresas e instituições internacionais, além da realização de estudos e pesquisas, desenvolvimento de tecnologias e inovação. A ABII é signatária do Acordo de Cooperação com o Industrial Internet Consortium (IIC), consórcio criado em 2014, nos EUA, com o mesmo objetivo. Buscando inserir o Brasil nesta revolução, a ABII já conta com mais de 50 empresas e instituições associadas, de startups a empresas globais.



Comentários

 


Artigos Relacionados

Entenda o real impacto da IIoT no mundo dos negócios
Artigos

Entenda o real impacto da IIoT no mundo dos negócios

Qual será o real impacto da IIoT nos próximos anos? Confira o que dizem os estudos e saiba como se preparar
Dez tendências da internet das coisas até 2023 - Imagem: ABII
Artigos

Dez tendências da internet das coisas até 2023


O poder do Webinar como um acelerador de desenvolvimento de negócios

Nós podemos ajudar seu evento a ficar digital