Artigos

Como a Realidade Aumentada ajuda a elevar a indústria para a Era 4.0

A Realidade Aumentada mescla duas camadas de tecnologia que estiveram sempre conectadas, mas nunca de maneira tão integrada.
12/12/2018

A Realidade Aumentada (RA) ficou famosa por causa de suas aplicações em jogos e aplicativos. A tecnologia mescla camadas reais e virtuais criando uma nova realidade. Ao colocar a câmera de um aparelho celular apontado para um equipamento eletrônico, por exemplo, e logo aparecer instruções complementando a imagem se está usando a RA. 

Diferente da Realidade Virtual, ela não insere o usuário em um mundo 100% digital, mas sim o apresenta elementos virtuais em um cenário real. Isso é possível por meio de três elementos: uma câmera, um software e um aparelho de saída.

Funciona assim: a câmera, que pode ser de um celular por exemplo, é apontada para um objeto - seguindo o exemplo dado anteriormente, suponhamos que este objeto seja uma televisão. A imagem da TV é levada ao software já pré programado com as informações relevantes sobre ela. Este software devolve ao aparelho de saída, neste caso a tela do celular, a imagem captada pela câmera acrescida das informações virtuais. No fim, o resultado é a imagem real com dados digitais interativos - informações de instalação de um aparelho de televisão, neste exemplo. 


Continua depois da publicidade


Aplicações na indústria

Como foi possível perceber, a tecnologia insere infinitas possibilidades a diferentes setores, tanto para os usuários finais quanto para as empresas e indústrias. No último caso, a Realidade Aumentada pode ajudar a otimizar processos, diminuir tempo de produção, unificar a montagem e fazer a manutenção de equipamentos, tudo isso de forma moderna e ágil. Confira as principais aplicações da RA na indústria:

Treinamento: Treinar os funcionários é essencial para as indústrias. Uma atividade mal executada pode afetar toda a linha de produção e comprometer um ou mais lotes. Com a RA os funcionários podem  treinar suas funções sem de fato fazê-las. A montagem de uma peça, por exemplo, pode ser vista passo a passo e feita a partir de moldes até o funcionário ter habilidade suficiente para fazer o trabalho de verdade. 

Manutenção: A manutenção de maquinário também pode se beneficiar da Realidade Aumentada. Máquinas específicas precisam de profissionais especializados para fazer a manutenção, estes por muitas vezes não estão em período integral nas fábricas - até pelo alto custo deste profissional. Em casos de manutenção emergencial, por exemplo, um técnico especializado a distância pode orientar um funcionário que está na fábrica sobre o que ele deve fazer por meio de instruções em tempo real. Além disso, com a tecnologia um técnico pode atender diferentes filiais sem perder tempo nem onerar recursos com viagens. 

Menos tempo de máquina parada: A RA pode também escanear maquinários enquanto estes estão funcionando. Com uma planta da máquina no software, basta passar o aparelho em frente ao maquinário e comparar com a imagem digital, entendendo quais pontos estão precisando de manutenção sem para isso ter que desligar o equipamento. 

Suporte visual: Para os usuários dos produtos fabricados pela indústria, a Realidade Aumentada pode servir de complemento visual do manual de instruções. Isso contribui para a economia de gastos que as indústrias têm com suporte para a manutenção desnecessária de produtos montados erroneamente por usuários. Além disso, a tecnologia ajuda na melhor experiência do consumidor, aumentando o valor percebido no produto. 

RA e a Indústria 4.0

A indústria 4.0 utiliza da tecnologia para trazer os processos industriais para o mundo digital, mesclando o melhor das duas realidades para otimizar processos e agregar valor aos produtos e rotinas. De acordo com relatório apresentado pelo Boston Consulting Group (BCG),  a Realidade Aumentada está entre as dez tecnologias aplicadas a uma indústria para esta se tornar 4.0.

Isso porque ela dá o suporte necessário para que o usuário atue dentro de sistemas ciber-físicos (CPS) com uma visão completa das aplicações e tutorial das as instruções e comandos necessários para um reparo, ou uma nova parametrização do processo.  De acordo com o relatório, com a indústria 4.0 haverá um aumento de produtividade e redução de custos nos processos fabris, o que resulta na melhor utilização dos recursos e economia de energia. Assim, a RA ganha também o status de ferramenta para auxiliar no desenvolvimento sustentável.

As outras nove tecnologias elencadas pelo relatório para tornar uma indústria em 4.0 são: Robôs Inteligentes, Manufatura Aditiva e Híbrida, Simulação Virtual, Integração Horizontal e Vertical dos Sistemas, Internet das Coisas, Big Data & Analytics, Cloud Computing, Segurança Cibernética,Realidade Aumentada e Ética,

Entre o real e o digital

A Realidade Aumentada mescla duas camadas de tecnologia que estiveram sempre conectadas, mas nunca de maneira tão integrada. Os custos de implementação podem ser um impasse para os industriais, mas a economia com otimização de processos, manutenção de maquinário, treinamento de pessoal, efetividade fabril e percepção de valor pelo usuário compensam o custo inicial.

Empresas como a BMS Tecnologia podem ajudar a sua empresa a implantar a Realidade Aumentada.

Produzido por:

Gabriela Pederneiras

Jornalista | Assessora de imprensa | Redatora


Comentários

 


Artigos Relacionados

Indústria 4.0: Mas afinal, o que muda realmente em uma empresa ?
Artigos

Indústria 4.0: Mas afinal, o que muda realmente em uma empresa ?

Indústria 4.0 não é só Manufatura e não é só chão de fábrica.
O que é a globalização 4.0? - Imagem: Shutterstock
Artigos

O que é a globalização 4.0?

Quais os desafios? Como se preparar?

Publicidade »

Publicidade »


Diferenças e características dos processos de marcação utilizando arco plasma


Publicidade »

Publicidade »