Sua empresa

Dori utiliza IoT para melhorar eficiência na linha de produção

Projeto consistiu na implementação de sensores nas máquinas industriais para monitoramento, coleta e armazenagem de dados
Por: IT Foum 365       20/03/2020

A Dori Alimentos, responsável por algumas das guloseimas mais consumidas no País, está apostando na transformação digital para melhorar seus processos, produtos e experiências. À frente desse desafio está Gustavo Bertacini, gerente de TI da companhia, eleito o Executivo de TI do Ano 2020 na categoria Indústria de Alimentos, Bebidas e Fumos. O prêmio é realizado pela IT Mídia em parceria com a Korn Ferry.

Formado em Processamento de Dados e pós-graduado em gestão de negócios MBA pela USP, Bertacini faz parte do time da Dori há mais de oito anos. Durante esse período diversos desafios foram lançados em sua carreira, como o projeto vencedor do prêmio. 

O executivo diz que o projeto é "uma jornada da indústria 4.0, implementando no longo prazo uma série de modernidades em nossas fábricas. Elas consistem na medição de pontos das linhas de produção, com sensores de IoT para identificar possíveis problemas desses equipamentos e minimizar paradas dessas máquinas". 

Esse tipo de controle traz, segundo ele, ganho de eficiência, uma vez que a fábrica consegue reduzir quantidade e tempo de paradas, além de criar um grande banco de dados com valores desses sensores. Por meio de algoritmos preditivos, é possível prever e prevenir a parada de máquinas. O projeto de Indústria 4.0 implementado na fábrica da Dori está rodando desde novembro de 2019 e, ainda este ano, a segunda linha piloto já será iniciada. 

Impactos 

Para Bertacini, o principal aprendizado com essa evolução nos processos da companhia é o trabalho em conjunto. "Para nós, isso é muito relevante. Estamos integrando as áreas de produção, operação, TI e automação. O projeto foi produzido a várias mãos. Resolvemos trabalhar em conjunto para o bem comum do projeto e da companhia, e é assim que conquistamos grandes objetivos." 


Continua depois da publicidade


Outro benefício da implementação de tecnologias de IoT na linha de produção foram os impactos diretos gerados para os trabalhadores. "Não tivemos redução do quadro de funcionários, porque não era esse o objetivo com a tecnologia. Mas agora possuímos um painel onde acompanhamos em tempo real o que acontece na linha de produção. Isso gera uma busca pelo aumento de eficiência e mais agilidade na hora de resolver problemas", explica ele. 

Hoje, a Dori Alimentos possui três fábricas, duas em Marília (SP) e uma em Rolândia (PR). O projeto começou em parte de uma delas, e o objetivo é ampliar as tecnologias de análise de produção para todas ainda este ano. "A união das áreas é um mantra na organização executiva, e trabalhar junto fez muita diferença para o projeto", completa o executivo premiado. 


Comentários

 


Notícias Relacionados

4 tendências do uso de IoT em manufatura - Imagem: Divulgação
Inovação e Processos

4 tendências do uso de IoT em manufatura

Setores como aeronáutica e química marcam a ascensão do uso da Internet das Coisas na indústria
Randon apresenta estamparia 4.0 e aumenta capacidade produtiva para 130 implementos/dia - Imagem: João Lazzarotto
Sua empresa

Randon apresenta estamparia 4.0 e aumenta capacidade produtiva para 130 implementos/dia

Sistema de armazenamento integrado automatizado é o maior das Américas


Publicidade »

Publicidade »

Mais notícias

 

Newsletter

Assine e receba novidades sobre Indústria 4.0:

 

Publicidade »

Publicidade »