Indústria 4.0 será fundamental no momento da retomada econômica pós-pandemia

Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) promove série de eventos online para discutir o tema. Painel de abertura será no dia 10 de junho

Por: ABII 03/06/2020  

A indústria 4.0 ganhará um novo status de relevância no Brasil no momento da retomada econômica pós-pandemia. Esta é a crença da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), que irá promover uma série de eventos online a partir de 10 de junho para discutir o papel da transformação digital, quais serão os novos desafios, as dificuldades de implementação e como romper estes obstáculos.

"Essa nova realidade afeta os segmentos industriais de formas muito diferentes, mas requer que todas as empresas se reinventem. E esta adaptação passa pela adoção das tecnologias ligadas à indústria 4.0 e à digitalização. Quem se mover mais cedo, mais rapidamente e de forma mais decisiva vai estar melhor posicionado, com um cenário mais favorável, comparado a quem ficar meio perdido neste processo", alerta o presidente da entidade, José Rizzo.
 
O painel de abertura do ABII Live Talks, que tem como tema "Indústria 4.0 e o momento da retomada", será no dia 10 de junho, às 10 horas (com duração de uma hora e meia), e pretende ajudar a indicar como será essa nova realidade industrial do Brasil pós-pandemia. A transmissão será ao vivo pelo YouTube da ABII e a participação será gratuita e aberta para todos que tiverem interesse.
 
Esse primeiro painel reunirá quatro grandes empresas do cenário nacional, sob as óticas de consultoria estratégica, indústria automotiva, bens de consumo e área da saúde. Estão confirmadas as participações da Accenture, empresa de consultoria de gestão, tecnologia da informação e outsourcing; General Motors, que tem como principal área de negócios a produção de automóveis; BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, com mais de 30 marcas em seu portfólio; e Hospital Israelita Albert Einstein, que tem a inovação como um de seus pilares. O presidente da ABII será o mediador.
 
Renate Fuchs, associate director da Accenture, vai falar dos desafios atuais, como aumentar a produtividade e a segurança em tempos incertos como este, além de apontar as soluções de Indústria 4.0 para curto, médio e longo prazo. Carlos Sakuramoto, gerente de tecnologia e inovação da engenharia de manufatura da GM; Carlos Coutinho, gerente executivo de inovação em operações industriais de BRF; e José Terra, diretor executivo de inovação e transformação digital do Albert Einstein; irão contar como estão lidando, cada um em seu segmento, com esta nova realidade no que diz respeito as suas iniciativas digitais, de indústria 4.0 e IIoT (Industrial Internet of Things). Quais as novas estratégias? O que muda neste momento: reduzir, acelerar, manter tudo como está? Quais os principais obstáculos que estão enfrentando?


Continua depois da publicidade


"A grande premissa é de que no próximo ano todas as empresas vão operar diferente do que antes da pandemia. As empresas terão que entender como se reposicionar nesta nova realidade, que mercados e formas de trabalho deixaram de existir. E nesta adaptação que envolve mudanças profundas na logística, na forma como as pessoas trabalham e na interação com o cliente, a chave é a adoção da tecnologia. Então, acelerar a indústria 4.0 é dar maior chance para que as empresas brasileiras se reposicionem rapidamente neste novo contexto e sigam competitivas", reforça Rizzo.

Nos dias 17 e 24 de junho e 1º de julho, outros três eventos online vão se concentrar nas soluções focadas nas áreas de negócios, tecnologia e pessoas, nesta ordem. Como justificar os investimentos na aceleração digital no ponto de vista do negócio? Quais são os desafios tecnológicos e como vencê-los? Como ficam as pessoas em meio a todas estas mudanças? Como mobilizar o time para que a mudança ocorra de forma mais rápida? Estas são algumas das perguntas que farão parte dos debates.

"A missão da ABII neste momento é a de ajudar as empresas que decidiram realizar sua transformação digital. E com a realização desta série de eventos, acreditamos que será um estímulo para quem deseja dar os primeiros passos e também para quem deseja acelerar estes passos no nosso 'novo normal'. Na pós-pandemia, mais do que nunca, acelerar a IIoT e a indústria 4.0 serão fatores de sobrevivência e competitividade para qualquer empresa", finaliza Rizzo.

Serviço:

O quê: painel de abertura do ABII Live Talks 
Quando: 10 de junho, às 10 horas
Onde: ao vivo pelo YouTube da ABII (https://youtu.be/QbUCmqY7anM)
Quanto: gratuito e aberto para quem tiver interesse
Convidados: Renate Fuchs, associate director da Accenture; Carlos Sakuramoto, gerente de tecnologia e inovação da engenharia de manufatura da GM; Carlos Coutinho, gerente executivo de inovação em operações industriais de BRF; e José Terra, diretor executivo de inovação e transformação digital do Hospital Israelita Albert Einstein
Mediador: José Rizzo, presidente da ABII

Sobre a ABII

A Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), fundada em agosto de 2016, atua com o objetivo de promover o crescimento e o fortalecimento da indústria 4.0 e da IIoT (Industrial Internet of Things) no Brasil. Fomenta o debate entre setores privado, público e acadêmico, a colaboração e o intercâmbio tecnológico e de negócios com associações, empresas e instituições internacionais, a partir do desenvolvimento de tecnologias e inovação. A entidade tem 47 empresas associadas. A ABII é signatária do Acordo de Cooperação com o IIC (Industrial Internet Consortium), consórcio criado em 2014, nos Estados Unidos, com o mesmo fim, pela IBM, GE e Intel. Buscando inserir o Brasil nesta revolução, Pollux, FIESC/CIESC e Embraco uniram-se para fundar a ABII.

Gostou? Então compartilhe:


Comentários