VW se une à Amazon Web Services para desenvolver nuvem industrial

Sistema reunirá dados de todas as máquinas e fábricas do grupo no mundo visando melhorias na produtividade

Por: Automotive Business 01/04/2019  

O Grupo Volkswagen firmou um acordo global com a Amazon Web Service (AWS) para desenvolverem um projeto conjunto de nuvem industrial da VW, sistema pelo qual a companhia pretende combinar dados de todas as máquinas e fábricas dos 122 complexos industriais e seus respectivos sistemas que o grupo mantém em todo o mundo com o objetivo de melhorar os processos produtivos e criar os pré-requisitos para avanços na produtividade.

Segundo a empresa, no futuro, toda a cadeia global de fornecimento do grupo também poderá ser integrada à sua nuvem industrial, que será uma plataforma aberta e pela qual os parceiros das áreas industrial, logística e vendas poderão utilizar no longo prazo. Atualmente, a companhia conta com mais de 30 mil instalações e mais de 1,5 mil fornecedores.

“Iremos continuar a fortalecer a produção como um fator chave de competitividade para o Grupo Volkswagen. Nossa colaboração estratégica com a Amazon Web Services será o alicerce”, declarou o presidente do conselho executivo da Porsche e membro do conselho diretor da Volkswagen responsável pela área de produção, Oliver Blume. “Com nossa plataforma industrial global, queremos criar um ecossistema industrial crescente com transparência e eficiência, trazendo benefícios para todos os envolvidos”, completou.


Continua depois da publicidade


A Volkswagen optou pelo portfólio de serviços da AWS, incluindo Internet das Coisas (IoT), análise do aprendizado de máquina e serviços computacionais, que foram desenvolvidos especialmente para o ambiente de produção e que serão ampliados para atender às necessidades do Grupo VW. Essa arquitetura será a nova plataforma digital de produção (DPP) da empresa no futuro e todas as fábricas irão basear suas arquiteturas de sistema nessa plataforma, como forma de padronizar e simplificar a troca de dados entre os sistemas e fábricas, que atualmente possuem diferentes plataformas que não conversam entre si.

A empresa informa ainda que também será possível que a plataforma em nuvem possa ser acessível por outras fabricantes de veículos, o que pode gerar um ecossistema industrial global com crescimento permanente. Negociações específicas a este respeito e com grandes empresas interessadas em migrar para a nuvem industrial Volkswagen já estão em andamento.

Gostou? Então compartilhe:


Comentários