Saiba o que é Indústria 4.0 e como ela pode impactar na sua vida

Um dos maiores impactos da Quarta Revolução Industrial’ será uma mudança no mercado como todo

Por: iBahia 21/11/2018  

A Indústria 4.0 já é realidade. A chamada Quarta Revolução Industrial envolve o uso de novas tecnologias com o intuito de promover automação e troca de dados na criação de indústrias inteligentes. Para entender melhor do que se trata, o professor do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas de Computadores da UniJorge, Arleys Castro, simplifica o conceito: “É o aperfeiçoamento da indústria, que engloba as principais tecnologias no que tange a automação, controle e sistemas da informação, aplicadas aos processos de inovação da manufatura”.

A humanidade trilhou um longo caminho até aqui. E cada vez que houve mudanças drásticas no modo de produção caracterizou-se uma revolução. Foi assim em 1760, com o surgimento da máquina a vapor, que deflagrou o processo de automação do que antes eram apenas produtos manufaturados, o que permitiu, consequentemente, a produção em larga escala. 

À primeira Revolução Industrial seguiu-se uma nova, marcando os últimos anos do século XIX e início do século XX. Desta vez, a principal inovação foi a eletricidade, que proporcionou a popularização de bens de consumo tão comuns atualmente, como os eletrodomésticos. Na década de 1960, o mundo foi surpreendido por uma nova Revolução Industrial, agora pautada pelo advento da informática e da tecnologia de informação. Com a chegada da internet, nos anos de 1990, os computadores ganharam ainda mais popularidade, integrando-se às rotinas de escritórios e casas. 

O futuro é agora

O desenvolvimento tecnológico abre horizontes antes imagináveis apenas em filmes de ficção científica. Mas, junto com a Quarta Revolução Industrial, o futuro já chegou, com impactos profundos nos meios de produção. O professor Arleys Castro explica que a Indústria 4.0 utiliza sistemas Cyber-Físicos, Internet das Coisas e Internet dos Serviços para permitir que os processos de produção se tornem cada vez mais eficientes, autônomos, customizáveis e, de certa forma, mais simples no alcance do objetivo final.


Continua depois da publicidade


A ideia da nova onda de mudanças profundas surgiu em 2016, quando o professor alemão e fundador do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, publicou o livro A Quarta Revolução Industrial. “Essa nova revolução tem como característica englobar algumas tecnologias emergentes para a automação e troca de dados, utilizando conceitos de Internet das Coisas, Computação de Nuvem, Big data, Computação em Sensores, dentre outros”, define o professor.

Principais características

A principal característica da Indústria 4.0 é utilizar as inovações tecnológicas para o desenvolvimento de uma indústria inteligente. Assim, conceitos como Inteligência Artificial (AI), Realidade Virtual (VR) e Internet das Coisas (IoT) são aplicados de maneira a tornar a produção mais eficiente.

Essas tecnologias vão conferir à indústria inteligente uma maior agilidade e transformação na cadeia produtiva. Por meio do cloud computing, por exemplo, é possível disponibilizar o armazenamento de arquivos ou banco de dados em servidores que são hospedados por meio da internet.

Gostou? Então compartilhe:


Comentários