Sua empresa

A Inmarsat constata que a IoT Industrial é uma força fundamental na redução do impacto ambiental da cadeia global de suprimentos

Uma pesquisa mostra que quase metade das organizações está buscando na IoT Industrial a melhoria da pegada ambiental e da eficiência
Por: Assessoria de Imprensa       16/11/2018

Melhorar a sustentabilidade ambiental de suas operações através da adoção de tecnologias da Internet das Coisas Industrial (IIoT) é uma prioridade crucial para as organizações envolvidas na cadeia global de suprimentos, de acordo com um novo estudo realizado em nome da Inmarsat, a líder mundial em comunicações móveis via satélite.

A pesquisa revela que, em toda a cadeia de suprimentos, quase metade (46%) dos entrevistados relatou que monitorar as condições ambientais (como água, solo e qualidade do ar) e melhorar a eficiência dos recursos são os dois maiores impulsionadores da adoção de soluções baseadas em IIoT. 

A pesquisa também destacou a boa notícia de que muitas organizações da cadeia global de suprimentos estão alcançando seus objetivos de sustentabilidade através do uso da IIoT. Mais de dois terços (67%) dos entrevistados com soluções IIoT totalmente implantadas ou em fase de teste afirmaram que estavam alcançando melhorias em termos de sustentabilidade ambiental.
 
O acesso a uma conectividade confiável e resiliente é essencial para que as tecnologias da IIoT funcionem, permitindo a transmissão constante de dados para otimizar as operações. Com muitas organizações da cadeia global de suprimentos operando em regiões remotas ou no mar, onde as redes terrestres não estão disponíveis, as redes de comunicação por satélite são fundamentais para conseguir isso e alcançar os benefícios que a IIoT tem para oferecer.


Continua depois da publicidade


Os primeiros sucessos relatados na realização dos objetivos de sustentabilidade foram observados na implementação de redes elétricas inteligentes, iluminação pública inteligente, monitoramento ambiental e monitoramento e telemetria de eficiência de combustível. No entanto, a pesquisa também mostra que as organizações com conectividade não confiável tinham muito menos probabilidade de alcançar uma melhor sustentabilidade ambiental, reforçando a importância da conectividade para implantações IIoT bem-sucedidas.

Comentando os resultados, o Presidente da Inmarsat Enterprise Paul Gudonis disse: “A cadeia global de suprimentos enfrenta uma infinidade de desafios na tarefa de reduzir seu impacto no meio ambiente e aderir a regulamentações governamentais mais rígidas, enquanto atendem às necessidades de uma população crescente. A nossa pesquisa mostra que as organizações estão adotando a IIoT para ajudá-las a atingir essas metas, e que muitas estão tendo sucesso nesse objetivo.

“No entanto, é claro que, sem as redes de conectividade adequadas, as implantações IIoT não conseguirão proporcionar as melhorias em sustentabilidade de que são capazes. A natureza global da cadeia de suprimentos significa que as organizações precisam de conectividade confiável para coletar dados de missão crítica de todas as áreas de suas operações e analisá-los em tempo real, embora a cobertura terrestre desigual torne isso um desafio. Com uma cobertura global e confiável, somente as comunicações via satélite oferecem os níveis de conectividade que as organizações necessitam para tornar a IIoT um sucesso”. 

A Inmarsat é uma provedora líder de conectividade móvel por satélite para implantações de IoT Industriais em toda a cadeia global de suprimentos. Ela possui um histórico comprovado e inigualável na operação das redes móveis comerciais por satélite mais confiáveis do mundo, sustentando aplicações críticas de negócios há quase 40 anos. Seus premiados serviços estão permitindo a transparência de ponta-a-ponta em toda a produção, extração, fabricação e transporte multimodal de mercadorias. A Inmarsat é proprietária e opera a rede de satélites de banda L mais confiável do mundo, oferecendo 99,9% de disponibilidade adequada para aplicações IIoT críticas, terminais robustos e eficientes em termos de energia, e transmissão de dados de baixa latência. É a solução de conectividade ideal para permitir aplicações de monitoramento e automação em ambientes remotos e hostis.

Para visualizar o microsite da pesquisa e baixar o relatório “IIoT on Land and at Sea” completo (em inglês) acesse: http://research.inmarsat.com/ 


Comentários

 


Notícias Relacionados

MCTIC começa a liberar recursos da Lei da Informática para projetos de IoT e Indústria 4.0 - Imagem: Reprodução
Inovação e Processos

MCTIC começa a liberar recursos da Lei da Informática para projetos de IoT e Indústria 4.0

R$ 8 milhões serão aplicados em empresas brasileiras via Embrapii; intenção é ajudar a modernizar produção nacional


Publicidade »

Publicidade »

Mais notícias

 

Newsletter

Assine e receba novidades sobre Indústria 4.0:

 

Publicidade »

Publicidade »