Mercado

Cemig investe R$ 40 milhões em projetos para a Indústria 4.0

A Cemig abre Chamamento Público para recebimento de proposta de projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), no período de 31/08/2018 a 01/10/2018
Por: Assessoria de imprensa       12/09/2018

A Cemig, Companhia de capital aberto controlada pelo Governo do Estado de Minas Gerais e um dos mais importantes grupos do segmento de energia elétrica do Brasil, cujas ações são negociadas nas Bolsas de Valores de São Paulo, Nova York e Madri, abre edital de RS 40 milhões para projetos relacionados à Indústria 4.0. Podem participar empresas, startups e institutos de pesquisa.


A Internet Industrial das Coisas, que envolve assistentes que usam Inteligência Artificial (IA), Robótica e demais tecnologias emergentes, é o foco da Cemig. A verba faz parte do orçamento para Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da empresa. Nos próximos três anos, os investimentos chegarão a R$ 250 milhões. A Cemig é obrigada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a investir 0,4% de sua receita em P&D.

Critério de avaliação abrange articulação e inovação

Segundo o diretor de Relações Institucionais e Comunicação da empresa, Thiago de Azevedo Camargo, empresas, startups, universidades e institutos de pesquisas podem enviar projetos. Não existe obrigação de que a instituição seja mineira, mas estar sediada em Minas conta pontos.

“Estabelecemos critérios para avaliação. Dentre eles tem um importante, que é a articulação e o fomento ao ecossistema de startups e inovação do Estado. Então, isso vai ser avaliado e será contado como ponto”, diz.

Os projetos apresentados devem considerar três linhas de atuação: digitalização, descentralização e descarbonização. As propostas podem ser enviadas pelo site da Cemig até 1º de outubro. Os projetos aprovados serão divulgados no dia 19 do mesmo mês.

“É um edital de pesquisa e desenvolvimento que criará protótipos e projetos-pilotos. Depois, a Cemig vai decidir o que vai implantar como parte da estrutura”, diz o professor de computação na Universidade de Harvard, Virgílio Fernandes de Almeida, que prestou consultoria à Cemig para elaboração do edital.

Linhas de atuação dos projetos

Digitalização: Soluções focadas na experiência do usuário e no uso de inteligência de dados, como inteligência artificial e aprendizado de máquina.

Descarbonização: Projetos em energias renováveis e sobre a infraestrutura para atender veículos elétricos.

Descentralização: Foca em gerenciamento da geração distribuída e armazenamento de energia.

 

Mais informações sobre o edital, acesse aqui:

http://www.cemig.com.br/pt-br/A_Cemig_e_o_Futuro/sustentabilidade/Paginas/chamamento2018.aspx


Comentários

 


Notícias Relacionados

Indústria 4.0 também é realidade para as PMEs - Imagem: andresr-iStock
Mercado

Indústria 4.0 também é realidade para as PMEs