10 principais profissões de tecnologia para indústria 4.0

Pesquisa elencou os profissionais mais valorizados pelo mercado e quais as suas habilidades principais.

Por: Gabriela Pederneira Exclusiva 06/10/2022

A indústria 4.0 inaugurou diversas profissões ligadas à automação, tecnologia e diferentes engenharias. Ao contrário do que se falava há alguns anos, a digitalização da manufatura não minimizou os postos de trabalho, mas os transformou. 

Cargos mais operacionais e com menos estratégia embutida tendem a ser substituídos por tecnologias que executem as tarefas de forma mais ágil e eficiente. Ao mesmo tempo, as indústrias carecem de profissionais que operem tais tecnologias. 

Por isso, profissões técnicas são altamente requisitadas no mercado. De acordo com a pesquisa Tech in Manufacturing, as profissões mais requisitadas neste setor são:

  1. Engenheiro de software: esse profissional é responsável por desenvolver, criar, especificar e fazer a manutenção de softwares. Dentro da indústria 4.0 ele pode identificar um gargalo e desenvolver uma solução por meio de um software que guiará a produção.
  2. Tech Leader de software: pode gerenciar tecnicamente projetos de tecnologia dentro das indústrias. O profissional pode liderar diversos engenheiros de softwares para conectar as soluções e organizar as demandas.
  3. Engenheiro de sistemas: responsável por planejar e organizar as estratégias de sistemas de comunicação da indústria. 
  4. Engenheiro elétrico: esse profissional é capaz de projetar e orientar o desenvolvimento de redes de geração e transmissão de energia dentro das indústrias. Hoje, o profissional pode também contribuir para ações de sustentabilidade da empresa, procurando por fontes alternativas de energia que suportem a produção. 
  5. Tech Leader de sistemas: a função desse profissional é similar ao tech leader de software, mas ele foca sua gestão nos projetos de sistemas de informação. 
  6. Engenheiros de software embarcado: esses profissionais desenvolvem e implementam softwares que acompanham hardwares. Nas indústrias podem trabalhar com o software que possibilita a inteligência artificial de uma máquina, por exemplo. 
  7. Cientista de dados: organiza e analisa toda a estrutura de dados produzida pela indústria, entendendo como aplicar e/ou tirar insights das estratégias de big data. 
  8. Desenvolvedor de software: diferente do engenheiro de software, esse profissional é mais operacional, trabalhando no desenvolvimento das soluções efetivamente. 
  9. Analista de negócios: esse profissional analisa o mercado, as necessidades dos clientes, as relações com fornecedores e os processos internos. Assim é capaz de contribuir para o alinhamento estratégico da empresa. 
  10. Engenheiro DevSecOps: é responsável por criar e gerenciar o desenvolvimentos da segurança digital das tecnologias presentes nas fábricas.

Dentre as principais habilidades desses profissionais, a mesma pesquisa elencou as 10 principais:

  1. Ciência da computação
  2. Método ágil
  3. Engenharia de software
  4. Python
  5. Desenvolvimento de software
  6. Automação
  7. C++
  8. Engenharia de sistemas
  9. SQL
  10. Java

As skills mais procuradas, por tanto, tem a ver com a capacidade de enxergar problemas, encontrar soluções e gerenciar seu desenvolvimento na área de computação, software e sistemas. Para isso, saber as principais linguagens de programação é essencial. Assim como conhecer os princípios da automação e criar sistemas que trabalhem por si. 


Continua depois da publicidade


Para gerenciar tudo isso, conhecer métodos ágeis de gerenciamento de projetos é um diferencial muito valorizado pelas empresas.  Uma vez que otimiza os processos e permite a aplicação e teste rápido das soluções. 

*O conteúdo e a opinião expressa neste artigo não representam a opinião do Grupo CIMM e são de responsabilidade do autor.

Gostou? Então compartilhe:

Gabriela Pederneira

Redatora especial dos portais CIMM e Ind4.0.