Como a tecnologia pode auxiliar a indústria em tempos de Coronavírus

Em tempos de pandemia, a tecnologia tem se mostrado uma aliada de peso quando o assunto é a continuidade das operações e negócios. E isso não acontece somente nos escritórios: para o chão de fábrica, a conectividade pode auxiliar, inclusive, na criação de uma operação semi-remota

Por: Ricardo Hayashi 13/04/2020  

A tecnologia traz uma série de vantagens aos profissionais dedicados à manutenção de ativos industriais, incluindo a possibilidade de monitorá-los remotamente - um benefício valioso especialmente no atual período de pandemia do novo coronavírus, em que a recomendação é evitar ao máximo os deslocamentos e privilegiar o isolamento social.

Hoje, graças à conectividade, estes profissionais podem cuidar da manutenção dos equipamentos de suas plantas à distância e com muito mais segurança. Mesmo com a produção parada ou operando de forma mínima, máquinas precisam ser mantidas em boas condições de funcionamento. Caso contrário, os prejuízos podem ser incalculáveis.

As empresas que investiram em conexões inteligentes, como a oferecida pelas redes MESH, têm esta vantagem ao oferecer esta possibilidade aos gestores dos ativos. Com conectividade robusta, confiável e escalável, é possível fazer a gestão praticamente de forma remota dos equipamentos com informações em tempo real.


Continua depois da publicidade


Tudo começa com o conceito de Indústria 4.0 e com a abordagem dos ativos como uma rede integrada, e não como um conjunto de máquinas isoladas. Com plataformas unificadas para o gerenciamento de ativos, é possível integrar todos os sistemas legados e reunir os dados enviados pelos sensores a partir de soluções de conexões inteligentes, mesmo que alocados em múltiplas bases, formando uma base única de dados.

Todos os dados coletados pelos sensores em máquinas paradas ou em operação mínima, contextualizados e em tempo real, são transformados em indicadores de manutenção e enviados em dashboards amigáveis para o dispositivo preferido do gestor via plataforma de gestão de ativos.

Com isso, o responsável pela manutenção só se deslocará para o local em caso de real necessidade, ou pode acionar o colaborador mais adequado para a tarefa de forma remota, indicando exatamente o local de instalação do equipamento e tipo de manutenção necessária, entre outras informações. E como o responsável pelo reparo já recebeu os dados em tempo real via redes MESH, ele pode melhorar o índice de resolução na primeira visita, já que teve acesso remoto a todas as informações possíveis e com possibilidade maior de já identificar qual seria o problema.

Conectividade é a base de um ecossistema de informações

Novas aplicações de Internet das Coisas (IoT) estão entregando melhorias consideráveis nos processos industriais, como o uso de sistemas autônomos, que permitirão que os insumos sejam processados com maior produtividade. O uso de sensores que, capturando dados em tempo real poderão prevenir eventuais problemas e garantir a segurança, a eficiência energética e o bom funcionamento dos sistemas integrados e também a implantação de aplicações voltadas para a manutenção prescritiva e preditiva, que poderão antever a necessidade de reposição de peças e eventuais desgastes.

Essa conectividade é garantida com eficiência pela rede MESH, que consiste em nós (pontos) de rádio organizados em uma topologia mesh (em malha), que se conectam sem fios, e sem envolver uma companhia telefônica ou um provedor de serviços de internet.

Analistas indicam que essa tecnologia deve predominar no futuro devido ao seu alto grau de escalabilidade, caráter colaborativo e baixo custo. Em tese, não há limite para o tamanho da cobertura de uma rede de dados; ela será do tamanho do número de máquinas, terá a forma da distribuição dos equipamentos na sua planta e sua força será diretamente proporcional à densidade de equipamentos conectados, fazendo com que o uso das redes MESH seja uma vantajosa solução para garantir a conectividade.

A tecnologia deve ser sempre uma aliada, seja nos negócios ou no aumento da segurança nas atividades dos profissionais.

Gostou? Então compartilhe:


Comentários

Responsável por produtos para Conexões Inteligentes da Atech