Por que devo utilizar controle de processos?

Por: BMS TECNOLOGIA 18/10/2018  

Tempo de Leitura: 3 minutos

Se tem uma coisa que ajuda a padronizar qualquer área de nossas vidas são os processos, não é mesmo? De maneira simplificada, aliás, os processos contribuem de forma imprescindível para a padronização das atividades diárias, seja na vida, no trabalho, nos estudos, etc.

Tão simples assim?

Começar com exemplos tão simples e familiares assim parece até estranho, certo? Mas isso é para mostrar que os processos estão por toda parte que você é capaz de imaginar. E na área da indústria, por exemplo, quando bem implantados, eles podem gerar benefícios nos mais diferentes setores, tendo influência desde o cumprimento da legislação específica para a produção no chão da fábrica a até mesmo a qualidade do produto final que chega até as mãos de cada consumidor. Ufa, um longo caminho!

Viu como enquadrar processos na indústria pode ser mais eficiente do que você imaginava?

Confira alguns dos benefícios:

  • Redução do consumo de matéria-prima, energia, água, etc;
  • Redução dos custos de produção;
  • Cumprimento à risca de normas e regulamentações estabelecidas;
  • Conhecimento minucioso do processo de maneira global;
  • Redução da variabilidade do processo produtivo e também do produto final.

E como isso é possível?

Simples também! Por meio da utilização de inteligência e tecnologia, ou seja, softwares exclusivamente desenvolvidos e dedicados à automação e controle de qualidade de todo e qualquer processo fabril, o famoso statistical process control. Essas ferramentas de melhoria de desempenho geralmente são muito simples de utilizar e, ao mesmo tempo, entregam dados e resultados para as pessoas do chão da fábrica e até mesmo para os mais altos níveis hierárquicos.


Continua depois da publicidade


E em que resulta o inverso? Ou seja, a falta de controle processual na linha de produção?

Parece óbvio demais, mas é literalmente na “perda de controle”. E você, com certeza, já viu ou ouviu falar de diversos casos drásticos que aconteceram por aí.

Quer alguns exemplos? Toddynho intoxicado com pH de produto de soda cáustica, suco de soja Ades contaminado com produtos químicos, cervejas adulteradas em seus compostos básicos e muitos outros acontecimentos que atingiram não apenas a saúde do consumidor, mas que também arranharam a imagem pública das marcas, o que é praticamente impossível de se reverter instantaneamente.

Fora processos judiciais de clientes e a má fama adquirida pela empresa (tudo isso, diga-se de passagem, potencializado pelas mídias), a marca que passa por esse tipo de crise ainda tem que arcar com os prejuízos infindáveis gerados pela má produção.

Gastos como desgaste de máquinas, perda de energia, inutilidade da força de trabalho humana e defasagem de matéria-prima são apenas alguns exemplos de investimentos que podem descer pelo ralo com o descontrole na linha de produção. Por isso, evite a todo custo que situações como essas aconteçam na sua indústria.

Gostou? Então compartilhe:


Comentários

BMS TECNOLOGIA

BMS TECNOLOGIA

BlackBelt especialista em Manufatura

BMS TECNOLOGIA
logo Vertical da Manufatura ACATE