Mercado

EMBRAPII injeta R$ 30 mi em projetos de inovação para indústria nacional

Grupos de pesquisas vão receber aporte para desenvolvimento de propostas de PD&I. Cerca de 530 estudantes poderão participar da iniciativa.
Por: Assessoria de Imprensa       04/06/2020

Onze grupos de pesquisas - estabelecidos dentro de Universidades Federais, vinculadas ao Ministério da Educação (MEC) - serão credenciados como novas unidades da rede Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII). Os grupos de pesquisadores das instituições terão disponíveis cerca de R$ 30 milhões para investir em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) para atender demandas do setor industrial. Com o credenciamento, a rede EMBRAPII passa a contar com 55 Unidades.

De acordo com o secretário de Educação Superior do MEC, Wagner Vilas Boas, o credenciamento das novas unidades mostra o comprometimento do Ministério em incentivar a inovação nas universidades federais. "A EMBRAPII é referência no setor de inovação e tecnologia industrial. Nós queremos trazer essa experiência para dentro das universidades", afirma.

Os projetos serão desenvolvidos nas áreas de Energias Renováveis, Fibras Florestais, Sistemas Embarcados, Geotecnologia e Agronegócio, Inteligência Artificial, Computação Industrial, Materiais Avançados/Nanomateriais, Computação Industrial, Robótica Inteligente, Sistemas Veiculares e Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). A EMBRAPII vai financiar um terço do valor dos projetos das novas unidades com recursos não reembolsáveis.


Continua depois da publicidade


Potencializado pelo modelo de financiamento, a parceria tem o objetivo de atrair empresas pelo conhecimento existente e por sua capacidade de geração de soluções tecnológicas das novas unidades. A meta é gerar 175 projetos e R$ 100 milhões em investimentos de inovação, à medida que se soma ao valor aportado pela EMBRAPII, a contrapartida financeira de empresas e os recursos não financeiros da Unidade (mão-de-obra, equipamentos de ponta etc.). Espera-se que as empresas invistam cerca de R$ 50 milhões nos projetos.

"Para cada Unidade credenciada, a EMBRAPII assegura à indústria que aquele centro de pesquisa possa atuar como sua unidade de P&D ou completar as atividades do centro que a empresa já possua", destaca o diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães.

As 11 novas Unidades EMBRAPII foram selecionadas dentre 37 propostas apresentadas por grupos de pesquisas das universidades. Capacitação Profissional - Além estimular a interação entre o setor produtivo e os centros acadêmicos, o credenciamento de unidades em universidades federais também visa a capacitação de profissionais qualificados para atuarem em projetos de PD&I na indústria.

O programa prevê a participação de estudantes de graduação e pós-graduação em projetos EMBRAPII, no modelo hands-on, que permite o aprendizado a partir da experiência real atuando em projetos de pesquisa aplicada com a indústria. Além de adquirir habilidades de pesquisa e consolidar suas competências técnicas, o programa de formação de Recursos Humanos da EMBRAPII permite o desenvolvimento de habilidades que ultrapassam a dimensão técnica, com a de persuasão e negociação; gerenciamento de projetos; comunicação e liderança. Cerca de 530 estudantes terão a oportunidade de participar da iniciativa.


Comentários

 


Notícias Relacionados

MEC destina R$ 50 milhões para inovar com a EMBRAPII - Imagem: Reprodução
Mercado

MEC destina R$ 50 milhões para inovar com a EMBRAPII

Recurso será utilizado para o credenciamento de grupos de pesquisas em Universidades Federais na rede de Unidades EMBRAPII e em projetos de PD&I.
Mercado

Empresas inovadoras e investimentos em pesquisa crescem em segmentos de TI

Estudo mostra ainda que os valores investidos por receita líquida é, entre empreendimentos do ramo, duas vezes e meia superior às das atividades econômicas de um modo geral.

Novidades do DraftSight

O DraftSight®, software para desenho 2D e projeto 3D, trouxe novos recursos e melhorias!