Aprofundando nas tecnologias de informação e gestão do conhecimento na indústria 4.0

Como a TI possibilita um ambiente propício ao gerenciamento do conhecimento para obtenção de maior competitividade da Indústria 4.0?

Por: IT Foum 365 06/04/2020  

A Indústria 4.0 tem sido responsável por revolucionar a maneira como são produzidos os bens nas linhas de produção. As tecnologias empregadas nos processos produtivos estão fomentando a personalização da produção em massa e viabilizando a inovação nos modelos de negócios. Para tanto, é importante estabelecer um sistema de informação integrado, que facilite a inovação e a difusão do conhecimento ao longo das cadeias de suprimentos. Nesta perspectiva, identificamos como as tecnologias de informação podem possibilitar um ambiente propício ao gerenciamento do conhecimento para obtenção de maior competitividade da Indústria 4.0.

Devido aos significativos volumes de dados e informações que circulam atualmente, as organizações estão enfrentando desafios para gerenciá-los para a rápida tomada de decisões, objetivando o aumento de produtividade. Muitos sistemas de manufatura não estão prontos para gerenciar esses volumes significativos de dados e informações devido à falta de ferramentas analíticas inteligentes. A Alemanha está liderando, há algum tempo, a importante transformação da Revolução Industrial da 4ª Geração (Indústria 4.0), baseada na fabricação e inovação de serviços habilitados pelo Sistema Ciber-Físico. Tais sistemas combinam o real com o virtual, conectando sistemas digitais, físicos e biológicos, permitindo a produção personalizada em massa.

Onde entra a gestão do conhecimento (GC)? 

Sabemos que ela envolve a identificação e análise do conhecimento disponível e exigido e o subsequente planejamento e controle de ações para desenvolver ativos de conhecimento, e assim cumprir os objetivos organizacionais. Os ativos de conhecimento são o conhecimento sobre mercados, produtos, tecnologias e organizações que uma empresa possui ou precisa possuir e que permitem que seus processos de negócios gerem lucros.


Continua depois da publicidade


Então, para obter a almejada vantagem competitiva da Indústria 4.0, necessita-se não somente a combinação e aumento de ativos tangíveis, da agilidade e qualidade da produção de bens, mas também da capacidade de inovação, usando a sabedoria individual e coletiva e o compartilhamento do conhecimento permitindo que as empresas integrantes dos canais logísticos de suprimentos e distribuição se tornem parte da cadeia de valor e alcancem o ideal de reorganização e sistematização do conhecimento.

Para garantir o sucesso de uma estrutura interorganizacional, é necessário que se estabeleça um fluxo contínuo de conhecimento para reduzir custos e aumentar os benefícios coletivos. Assim, gerenciar o conhecimento na Indústria 4.0 é redesenhar sua estrutura interna e suas relações externas, criando redes de conhecimento para facilitar a comunicação de dados, informações e conhecimento, ao mesmo tempo em que melhora a coordenação, tomada de decisão e planejamento.

Peceberam como a Indústria 4.0 requer, além de outros fatores, do desenvolvimento e controle de sistemas de informação adequados para suportar e agilizar as transações necessárias? As ferramentas tecnológicas possuem um papel primordial no gerenciamento e controle do canal logístico.

Se desejar aprofundar neste assunto, neste link você poderá ver um completo modelo que retrata conceitos tecnológicos apoiadores da Gestão do Conhecimento e que suportam a Indústria 4.0. 

Obs: Neste artigo fui coautor, junto de importantes autores, dentre eles Jurema Nery Ribeiro.

Grande abraço e muita saúde,

Zaidan

Gostou? Então compartilhe:


Comentários