Segurança com o 5G preocupa oito em cada 10 empresas, diz estudo da Accenture

Por: Assessoria de Imprensa 10/03/2020  

As empresas acreditam que o 5G será a maior revolução já feita no desenvolvimento das redes de dados, mas ainda têm preocupações com a segurança da tecnologia, de acordo com os resultados de um estudo global da Accenture (NYSE: ACN).

Com base em uma pesquisa com mais de 2.600 tomadores de decisão de negócios e tecnologia em 12 setores de mercado na Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico, quatro em cada cinco entrevistados (79%) acreditam que o 5G terá um impacto significativo em sua organização - incluindo 57% que acreditam que será uma tecnologia revolucionária.

No entanto, esse otimismo não elimina as preocupações de segurança em torno do 5G, que cresceram em comparação com o ano passado. Especificamente, mais de um terço (35%) dos participantes da pesquisa recente expressou preocupações em relação à segurança do 5G, em comparação com 32% na pesquisa do ano passado. Além disso, mais de seis em cada 10 entrevistados (62%) na pesquisa recente expressaram temores de que o 5G os torne mais vulneráveis a ataques cibernéticos, e as empresas acreditam que a maior parte do risco começará no nível do usuário, seja por meio dos dispositivos ou de pessoas.


Continua depois da publicidade


"A ligação entre o 5G e os riscos percebidos à segurança é complexa", disse George Nazi, diretor sênior e líder do setor de comunicações e mídia da Accenture. "De acordo com nosso estudo, os executivos acreditam que o 5G pode ajudar a proteger seus negócios, mas que a arquitetura de rede do 5G também apresenta desafios inerentes em termos de privacidade do usuário, número de dispositivos e redes conectados e acesso a serviços e integridade da cadeia de suprimentos".

A pesquisa sugere que as empresas estão pensando em como lidar com esses desafios, com três quartos (74%) dos entrevistados dizendo que esperam redefinir políticas e procedimentos relacionados à segurança à medida que o 5G surge.

Custos e perspectivas do 5G

O custo de acomodar as mudanças que o 5G trará também é uma preocupação para os gestores de empresas. Em particular, o custo da operacionalização do 5G é um tópico importante, e quatro em cada cinco entrevistados (80%) acreditam que o custo do gerenciamento de sua infraestrutura e aplicativos de TI aumentará. Enquanto isso, quase um terço (31%) ainda acha que o custo inicial da implementação do 5G será muito alto.

Além disso, o estudo descobriu que as empresas estão começando a perceber que precisam de suporte externo para aproveitar todo o potencial da 5G. Por exemplo, quase três quartos (72%) dos entrevistados disseram que precisam de ajuda para imaginar as possibilidades futuras de soluções conectadas com 5G, e a porcentagem de empresas que esperam desenvolver aplicativos 5G internamente caiu no último ano, de 23 % na pesquisa do ano passado para 14% este ano.

Os resultados da pesquisa indicam que, apesar dos desafios do 5G, o futuro parece promissor para as empresas que adotam esta tecnologia, com as empresas reconhecendo globalmente seu enorme potencial. Os benefícios são numerosos e a conscientização deles está crescendo. Por exemplo, 85% dos entrevistados disseram que esperam que o 5G dê suporte ao trabalho de funcionários remotos nos próximos quatro anos, acima dos 68% que disseram o mesmo na pesquisa do ano passado.

"Com a estratégia de negócios correta e a colaboração do ecossistema, os sinais apontam para um mundo de casos de uso 5G e resultados de negócios atraentes", disse Nazi. "Os provedores de serviços de comunicação devem agir agora para garantir que eles estejam no coração do ecossistema 5G para desbloquear o potencial crescimento".

Metodologia

A Loudhouse Research, em nome da Accenture, realizou entrevistas com 2.623 tomadores de decisão de negócios e tecnologia em dezembro de 2019 em 12 setores da indústria nos Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Alemanha, França, Itália, Japão, Cingapura, Emirados Árabes Unidos e Austrália. O objetivo era traçar uma imagem do entendimento da empresa sobre o 5G, como eles o adotaram até o momento e qual eles percebem seu potencial impacto. As entrevistas incluíram perguntas repetidas de pesquisa publicada em 2019 - realizada em novembro e dezembro de 2018 - sobre os mesmos tópicos, aprofundando-se em segurança, consultoria e monetização este ano.

 

Gostou? Então compartilhe:


Comentários