Mercado

Vivix Vidros Planos espera se tornar 100% automatizada

Atualmente, unidade está com 90% de automação em pontos isolados.
Por: Diário de Pernambuco       12/04/2019

Consolidar a Vivix Vidros Planos em uma indústria 4.0, onde os níveis de automação e sensoriamento do processo fabril são diferenciais. Esta é um dos objetivos deste ano para a planta instalada em Goiana e que está completando cinco anos de operação. Não é um objetivo difícil de ser alcançado. A unidade, que representa um investimento de R$ 1 bilhão, já possui 90% da produção automatizada. Com este processo, o objetivo é chegar a uma redução de custos e aumento de produtividade de pelo menos 10%. O desafio é se manter com as tecnologias atualizadas e todas as etapas do sistema produtivo integrados. Neste sentido, pelo menos três projetos estão sendo desenhados, dois deles ainda este ano.

O primeiro deles é um sistema de monitoramento de cavaletes (embalagens) visando identificar a localização e obter um breve retorno do equipamento, que deve ser implantado ainda este ano. Também para 2019, os planos incluem a utilização das plataformas inteligentes para uma melhor gestão orçamentária e para suportar a área comercial com informações para uma melhor composição do mix de clientes. Por fim, os planos incluem o investimento na implantação da chamada Digital Twin, uma fábrica virtual que visa a realização de simulações prévias dos processos antes da produção real. Neste caso, a operação só deve acontecer em 2020.


Continua depois da publicidade


"A fábrica já foi concebida para ser a mais moderna e receber automações e melhorias constantes. Estamos com 90% de automação em pontos isolados. O grande passo será integrar todo o processo em um só. Estamos a caminho deste objetivo”, afirma o presidente da Vivix, Paulo Drummond. Entre as tecnologias já empregadas na unidade está a L.E.M (Low Energy Melter), que permite um processo de produção mais eficiente do ponto de vista energético e redução da emissão de gases de efeito estufa. A empresa conta, também, com a tecnologia Pick on Fly, onde os robôs fazem o empilhamento de dez mil chapas de vidro por dia sem a necessidade de parada na linha e conseguem erguer até 450 quilos, gerando uma maior eficiência no processo.

Os projetos para 2019 ainda incluem a ampliação do portfólio da empresa, com destaque para a produção de desdobramentos da linha de vidros com proteção solar. “Existe uma gama muito grande em nível de cor e proteção e esta é uma tendência que o mercado tem solicitado”, pontua. Hoje, a empresa produz as linhas Vivix (vidros incolores); Vivix Colora (vidros coloridos), Vivix Lamina (vidros laminados de segurança), Vivix Spelia (espelhos), Vivix Performa (vidros de proteção solar) e Vivix Decora (vidros pintados).

Com uma capacidade produtiva de 900 toneladas/dia e uma área construída de 90 mil metros quadrados, a empresa possui os principais clientes oriundos das indústrias de construção civil e moveleira. Sobre expansão, Drummond diz que tudo depende do mercado. “Estamos com 100% da capacidade produtiva, mas é preciso clareza da política econômica e dos rumos políticos do país para decidir investimento. Só assim o mercado reage”, enfatiza. Hoje, 346 colaboradores atuam no local. Além disso, são gerados 1.700 vagas indiretas.

Apesar de ainda tímida, representando apenas 6% do volume produzido, a exportação também está no radar do grupo. “Este tipo de operação se torna maior ou menor na medida que o mercado interno varia. Se houver desaquecimento interno, aumenta a exportação. E, neste caso, temos que ter relacionamento. Por isso, é importante sempre manter esse tipo de negócio”, ressalta Drummond. Atualmente, os produtos são enviados para países da América do Sul, como Argentina, Paraguai e Colômbia.


Comentários

 


Notícias Relacionados

Indústria 4.0 pede soluções holísticas para o setor de Máquinas e Equipamentos - Imagem: Engineering.com / Sandvik Coromant
Inovação e Processos

Indústria 4.0 pede soluções holísticas para o setor de Máquinas e Equipamentos

Produção 4.0 da Mercedes-Benz é apresentada na Feira da Indústria do Pará - Imagem: Divulgação
Eventos

Produção 4.0 da Mercedes-Benz é apresentada na Feira da Indústria do Pará

Novas linhas de produção na fábrica de São Bernardo do Campo, São Paulo, integram totalmente o colaborador e a tecnologia aos pilares da Indústria 4.0


Publicidade »

Publicidade »

Mais notícias

 

Newsletter

Assine e receba novidades sobre Indústria 4.0:

 

Publicidade »

Publicidade »