Publicidade »

Mercado

5 motivos para adotar a indústria 4.0 em curto prazo, de acordo com a Minsait

Entre os maiores benefícios estão os efeitos positivos na tomada de decisões, apoio à cadeia de supply chain e uso de analytics para economizar energia
Por: Assessoria de Imprensa       03/10/2018

Com os avanços no uso de ferramentas digitais na linha de produção industrial e a chegada à chamada indústria 4.0, diversos questionamentos sobre sua aplicação e consequências têm sido levantados e discutidos. De acordo com a Minsait, uma companhia da Indra, o potencial econômico de digitalização da indústria global deve representar um mercado de US$ 1,2 a US$ 3,7 trilhões em 2025.

Nesse cenário, como saber em quais áreas investir? Para a Minsait, é preciso identificar as tendências que terão maior impacto dentro da empresa em curto prazo. Com base na experiência em mercados variados, a companhia elencou cinco benefícios que devem marcar o desenvolvimento da transformação digital da indústria nesse período:

1. Capacidade de visão integrada e apoio à tomada de decisão

Com o controle de processos em tempo real, será possível identificar quaisquer desvios e áreas de oportunidade para aumentar a eficiência e construir novas áreas de negócio. A tecnologia possibilitará a tomada de decisão ágil e permitirá que ações preventivas sejam programadas para operação semiautomática.


Continua depois da publicidade


 2. Rastreabilidade da cadeia de supply chain

A rastreabilidade da cadeia de supply chain em tempo real vai trazer como benefícios a redução de incertezas e aumento na eficiência em geral. Um exemplo prático disso é o uso de sensores no transporte, com a integração de dados em tempo real e informações reunidas a partir de áreas variadas que ajudam a otimizar processos, identificar desvios, tomar decisões para antecipar consequências e aumentar os níveis de qualidade do serviço.

 3. Analytics orientado a resultados

A aplicação de advanced analytics nos negócios industriais tornará possível obter melhorias em qualidade e custos, bem como novas funcionalidades em áreas de relacionamento com o cliente, por exemplo, entendendo o comportamento de uso dos produtos e serviços e antecipando padrões que possam prejudicar o nível de qualidade com muito mais antecedência, permitindo a correção de possíveis falhas.

 4. Trabalho focado em valor

Realidade aumentada ou soluções virtuais vão proporcionar aos trabalhadores focar em tarefas com maior valor agregado, já que toda a informação necessária para os processos estará acessível remotamente e através de ambientes inteligentes. Técnicas como a gamificação devem oferecer novas capacidades de treinamento. A próxima geração de robôs e automações vai se integrar com tarefas humanas de maneira mais ágil, eficiente e segura, levando a produtividade a níveis mais altos.

 5. Eficiência de energia

O monitoramento em tempo real de consumo de energia e a geração de regras analíticas avançadas vão permitir uma redução dramática de consumo de energia em complexos industriais. O monitoramento e otimização serão estendidos a fluxos e  processos, permitindo aumento na precisão da contabilidade e melhoria geral nos custos operacionais.


Comentários

 


Notícias Relacionados



Publicidade »

Publicidade »

Mais notícias

 

Newsletter

Assine e receba novidades sobre Indústria 4.0:

 

Publicidade »

Publicidade »