Artigos

Cloud na Indústria 4.0: vantagens e desvantagens

25/05/2020

A base da indústria 4.0 é a geração e aplicação de dados. É isso que diferencia a operação de uma fábrica comum e a de uma alinhada a este conceito. Os dados são usados em tecnologias como sensoriamento, internet das coisas, inteligência artificial, robotização, entre outras. Com tantas informações, porém, é preciso ter um grande espaço de armazenamento, tanto para “guardar” estes dados quanto  para possibilitar a transação deles, a fim de permitir a “conversa” entre as máquinas. E é aí que entra a nuvem. 

A tecnologia de nuvem, ou cloud computing, nada mais é do que um armazenamento remoto e online das informações de uma indústria. Com os dados na nuvem, é possível ter acesso a eles de qualquer lugar, ou seja, os industriais não precisam mais estar na fábrica para fazer o controle da produção.


Continua depois da publicidade


Mas como qualquer tecnologia, a nuvem tem vantagens e desvantagens na sua operacionalização. Conheça algumas:

Desvantagens no uso de cloud computing na Indústria 4.0:

Aqui, mais do que desvantagens, falaremos de pontos de atenção para a adoção dessa tecnologia. Se levados em consideração na contratação e aplicação do serviço em nuvem, as vantagens tendem a se sobrepor. 

Segurança: a nuvem tem como premissa descentralizar os dados, ou seja, as informações sensíveis de um negócio estarão todas em servidores externos. Por isso é de extrema importância procurar por serviços que ofereçam segurança física a seus data centers e online, como a criptografia das informações. Caso se contrate um serviço de nuvem pouco seguro, a indústria corre sérios riscos de ter dados particulares vazados.

Estabilidade: outro ponto de atenção ao se contratar um serviço de nuvem é a estabilidade da conexão. De nada adianta ter as informações asseguradas em um ambiente externo de alta capacidade de armazenamento se quando precisam os operadores não consegue acessar algum dado. A latência da conexão precisa ser baixa, assim como a estabilidade é ponto crucial. 

Empregos: muitos tendem a achar que a maior aplicação de cloud computing — que permite a adesão de outras tecnologias, como IoT e Machine Learning — diminui os postos de trabalho, substituindo mão-de-obra humana por robotização. Realmente, cargos mais operacionais tendem a desaparecer, mas, por outro lado, as fábricas precisarão de profissionais habilitados para lidar com a infraestrutura de nuvem e analisar os dados. Tudo é uma questão de adaptação. 

Vantagens no uso de cloud computing na Indústria 4.0:

Redução de custos: ter uma infraestrutura interna de armazenamento de dados para possibilitar a operacionalização das novas tecnologias não é barato. Isso porque além dos equipamentos em si, é preciso garantir estabilidade de energia, controle de temperatura, segurança física e virtual, entre outros fatores. No fim das contas, o valor total mensal é bastante alto. Ao contratar uma infraestrutura em nuvem, por outro lado, os industriais pagam somente a adesão — que pode ser a parte mais cara — e depois uma mensalidade pelo serviço, reduzindo substancialmente os custos.

Escalabilidade: Em um clique é possível aumentar a capacidade de armazenamento de uma indústria, se necessário, com cloud. Assim, se as operações começarem a crescer não existe risco de ter que se investir muito mais para adequar a tecnologia ao aumento da produção. Além disso, a nuvem permite baixa latência, estabilidade na conexão e segurança das informações, o que dá segurança para a operação. 

Acesso em tempo real: um dos pontos mais importantes para adequação de uma indústria ao conceito 4.0 é a conexão em tempo real entre as informações. Ao mesmo tempo que um pedido entra no sistema, a tecnologia deve ser capaz de identificá-lo para cruzar dados de estoque e começar a produção. Do outro lado das telas, os operadores precisam poder acompanhar esse fluxo em tempo real e interferir nele se necessário. Com tecnologia em nuvem isso é possível, uma vez que as pessoas autorizadas podem ter acesso a essas informações de qualquer lugar e a qualquer momento. 

Equilíbrio

A nuvem, se aplicada da maneira correta, tende a ter mais vantagens do que desvantagens para a indústria 4.0. Tudo é questão de equilibrar necessidade e serviço, procurando uma infraestrutura em cloud que se adeque a operação da fábrica.

 

Produzido por:

Gabriela Pederneiras

Jornalista | Assessora de imprensa | Redatora | CIMM


Comentários

 


Artigos Relacionados

Conheça os cinco passos necessários para se preparar para o futuro da conectividade 5G - Imagem: Reprodução
Artigos

Conheça os cinco passos necessários para se preparar para o futuro da conectividade 5G

Com a chegada recente dos primeiros serviços 5G sem fio, a jornada começa a se delinear e as empresas começam a estudar quais passos devem tomar para adotar a nova tecnologia.
Dez tendências da internet das coisas até 2023 - Imagem: ABII
Artigos

Dez tendências da internet das coisas até 2023


Desbloqueie o Potencial do seu chão de Fábrica

NX CAM – Manufatura de alta produtividade e o melhor da categoria em qualidade.