Artigos

Relação dos Recursos Humanos com a Indústria 4.0

Assim como todos os processos da fábrica, a gestão de pessoas também precisa estar alinhada ao conceito 4.0 por meio da geração e análise de dados
15/07/2019

Dentro de uma indústria que se propõe a integrar o conceito 4.0 os processos são alterados, automatizados e metrificados. Ao contrário do que muitas pessoas pensam isso não diminui as oportunidades dentro das fábricas, apenas altera sua forma. Cabe ao RH, entender o novo processo e a adequar a si mesmo e os profissionais para esta nova realidade.

O primeiro passo é entender que não dá mais para pensar o setor de recursos humanos como uma área secundária ou puramente operacional. O RH é uma peça estratégica para os negócios e sua função vai além de cuidar de pagamentos, contratações, demissões e questões burocráticas. 

Em um ambiente de mudança este setor é essencial para orientar os profissionais, estimular o aprendizado de novas técnicas e impulsionar o crescimento saudável da indústria. Separamos três dicas de como tornar a área de RH adequada ao conceito 4.0 e protagonista dentro da fábrica, confira:

1- Oriente as ações por meio de dados

Dados são o novo petróleo. Essa máxima escutada tantas vezes hoje em dia mostra uma realidade onde nenhuma decisão é tomada ao acaso, tudo está baseado em informações e análise de dados. Se dentro de uma Indústria 4.0 estes são o motor que move as máquinas e escolhas, dentro do RH não pode ser diferente.


Continua depois da publicidade


Saber qual profissional tem melhor desempenho, qual deveria mudar de área, qual não se adequa mais ao negócio, o que precisa ser desenvolvido e etc, é essencial para tomar decisões que impulsionam o negócio. Isso tudo pode ser estudado com base em dados de motivação e desempenho de um profissional.

A primeira regra do RH na indústria 4.0 é, portanto, acumule dados, os analise e só tome decisões baseadas em informações reais.

2 - Automatize processos

Mas como conseguir estes dados? Hoje existem diversas ferramentas de RH que geram, guardam e analisam dados dos colaboradores, como por exemplo ferramentas de ponto eletrônico que alertam quando um funcionário não está cumprindo suas horas ou está com horas a mais; softwares que facilitam o feedback constante, monitoram a satisfação diária do colaborador, compartilham conquistas e medem motivação; sistemas que incentivam o aprendizado constante e online; e canais de comunicação que armazenam solicitações e controlam burocracias, como férias, pagamento e etc.

As tecnologias são muitas mas é preciso se atentar para não contratar soluções desnecessária. Uma média de três softwares para gerar dados ao RH é suficiente. Os principais são os de ponto, controle de burocracia e motivação.

A dica é: procure por sistemas completos que unam várias funcionalidades. 

3- Crie uma marca empregadora

Até aqui falamos de ações para fazer a gestão dos colaboradores da indústria, mas é preciso criar uma marca empregadora forte para atrair e reter estes talentos. Profissionais que tenham as habilidades necessárias para a indústria 4.0 ainda são escassos, por isso, é importante criar um ambiente fabril onde os colaboradores se sintam bem para que queiram permanecer na empresa e a indiquem para outras pessoas.

Em um mercado concorrido, um modo de atrair pessoas é oferecer qualidade de vida aos colaboradores. Por isso, criar ações positivas, que respeitem as leis e deem liberdade aos funcionários é mais do que benefícios, é estratégia. Divulgar isso faz parte das ações de marca empregadora, por isso manter páginas nas redes sociais e alimentar o site da empresa com estas ações podem ser também funções do RH.

Aqui, a dica é manter os funcionários engajados para reter talentos e atrair novos. 

 

RH como estratégia

Manter todas essas ações coloca o RH ao lado das outras áreas estratégicas da empresa, como combustível para o crescimento da indústria. Dentro do conceito 4.0 quem não se adequa corre o risco de perder mercado.

 

Produzido por:

Gabriela Pederneiras

Jornalista | Assessora de imprensa | Redatora


Comentários

 


Artigos Relacionados

Investimentos e recursos do governo para Indústria 4.0 - Imagem: Pixabay
Artigos

Investimentos e recursos do governo para Indústria 4.0

Saiba quais fundos estão à disposição do empresariado para serem usados a fim de transformar o cenário fabril do país
Artigos

Qual é o seu tipo de foco?

Todos nós temos dois tipos de foco. O foco proativo, que faz com que concentremos nosso tempo e energia nas situações que podemos alterar ou influenciar de alguma forma. E o foco reativo, que...

Publicidade »

Publicidade »


Diferenças e características dos processos de marcação utilizando arco plasma


Publicidade »

Publicidade »